Início > 1 > Rap Underground em cena… Mc Rashid!

Rap Underground em cena… Mc Rashid!

Salve salve rapaziada que admira o R.A.P.

Conforme combinado, hoje posto a primeira de três partes  da entrevista com o Mc Rashid, muito conhecido na cena como Moska, mas que abandonou o antigo nome e assumiu a nova identidade.

Já presenciei algumas batalhas de freestyle do menino e posso dizer que tem muito talento. Uma das tracks dele não sai do meu som:  “Quando eu morrer…”

Rima mais loka: “Eu não vou apagar minha história igual muitos fizeram, eu não vou me dar por vencido igual muitos se deram / não é questão de ser convencido, é que se não fosse pra ser assim preferia não ter nascido”

Curta a entrevista de Rashid:

Nome (real)?

Michel Dias Costa

Vulgo? Porque?

Rashid. Significa justo, verdadeiro, de fé verdadeira. É o que precisamos no momento.

Quando o RAP começou na sua vida?

Quando eu era criança ainda. Eu ia na casa dos meus amigos, ou dos meus primos e sempre tinha alguém ouvindo Racionais, cantando junto. Eu nem sabia o que era aquilo, mais fui aprendendo a cantar junto também. Quando fui ver, eu tava indo atrás dos discos e cantando em casa, fingindo que era eu ali na fita.

Qual rima marcou o início da sua trajetória? Pq?

Racionais MC’S – Cap. 4 Vers. 3. Porque era justamente essa música que td mundo cantava, eu ainda gosto muito dela, da idéia, da batida.. Aquela parada falava diretamente comigo.

Rashid no Centro

Quais foram os rappers que te impulsionaram? Pq?

Mano Brown, Xis, Thaíde, DMN, RZO.. Eu queria ser esses caras. Mais tarde apareceram Kamau, Max B.O, Slim, Marechal.. Que são caras que na minha formação como MC tiveram tanta força quanto os de antes. Não por falarem de um jeito diferente, talvez sim, mas o fator principal é que eles eram novos. Significava que havia gente nova fazendo rap, gente nova ficando conhecida, isso representava uma chance pra mim, um sonho com um pé no “dar certo”.

Saí da casa da minha mãe com 17 anos e querendo fazer rap. Com 19 eu fui morar sozinho. Com 20 eu tava no disco solo do Kamau. Isso é muito importante pra mim, mostra que tudo o que foi feito pelas gerações anteriores a minha era real, é real. Eu sonhava em ser os caras e hoje eu tô muito melhor que isso, por que eu sou eu mesmo, Rashid, e tô do lado desses caras, como amigo e colega de trabalho.

Início de caminhada no RAP. Como começou? Quais grupos fez parte? Porque dos nomes e motivo da saída?

Eu comecei a fazer rap sozinho. Gravava umas fitinhas no duplo deck da minha casa e levava pros meus amigos ouvirem. Colocava um fone de ouvido dentro de um cano PVC, passava durex embaixo e ligava o fone na entrada de microfone do meu rádio. Assim eu já gravei uns três álbuns irmão (risos) Isso lá em Minas Gerais, por que quando eu tinha uns 13 anos eu mudei pra uma cidade chamada Lavras com a minha mãe. Vinha pra SP passar as férias. E foi numa dessas que conheci o Projota, a gente devia ter uns 14 anos. Um tempo depois fiquei sabendo que ele queria fazer um grupo de rap, mais ele nem me chamou na época. Mais eu tava sempre com eles, eles iam escrever uma rima nova eu tava lá dando palpite. E um dia cheguei com uma letra inteira lá e eles gostaram, não me chamaram pro grupo, mais eu passei a fazer parte daquilo desse momento em diante. O grupo não tinha nome definido, mais por causa desse grupo que nasceu o Strondu, formado pelo Projota, Artigo e eu. Fizemos algumas músicas, gravamos, mas o grupo acabou, tão naturalmente quanto eu entrei no grupo antigo. E fomos cada um fazer o seu, mas sempre fizemos tudo meio que juntos, somos amigos há muito tempo e agora trabalhamos na mesma coisa, na mesma missão.

Nova imagem

Qual a melhor música do RAP nacional pra vc? Pq?

Não consigo responder uma música, mais posso dizer um grupo sem exitar: Racionais Mc’s.

Qual a melhor música do RAP gringo pra vc? Pq?

Digo o mesmo que disse na pergunta anterior. Não tem uma música, mas tem um Mc. Eu sou fã do Jay-Z mano, digam o que quiser sobre ele, mais eu considero ele real nessa parada e ele faz boa parte das melhores músicas gringas não só hoje em dia. Na minha opinião, claro.

Decepção no RAP é?

A desunião das pessoas. Acredito que a gente deve parar de falar de união.. Chegou o momento de por todas essas idéias em prática.

Motivação no RAP é?

Saber que temos pessoas que realmente amam isso e dão a vida pelo rap sem pensar duas vezes. E você estar nesse meio.. é inspiração pra viver.

Categorias:1
  1. Gee
    14/08/2009 às 19:44

    Rashid é muito talentoso, adorei a primeira parte da entrevista!

  2. Artur
    21/04/2010 às 18:00

    Esse CD novo dele tá muito loco mesmo, adorei aquela música, “Linhas inimigas” ainda mais que eu vou me apresentar no qualtel em agosto ai fico refletindo nessa música.
    O Rap esta ganhando muito com caras talentosos assim.

  3. silvio
    27/10/2010 às 20:40

    Rashid é um rapper que tem muito talento muito bom mesmo o cara tem rimas que emocionam de verdade e concertesa vai fazer muiro mais pelo RAP

  4. 06/01/2011 às 08:48

    aimano é nois msm gostei da sua letra tbm tou fazendo rap tenho 17 anos mais ai nois tamos tudo junto caminhando no msm sonho e todos os sonhos é possivel
    vlw ai mano me espirei na sua letra é noi$$$$$$$$$$$………..

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: