Início > Sem categoria > Fim do espetáculo da mentira… voltemos a normalidade!

Fim do espetáculo da mentira… voltemos a normalidade!

O melhor futebol do mundo, pentacampeão, superou Coreia do Norte, Costa do Marfim, empataram com Portugal, bateram o Chile… o que tem de mais nisso? Quartas de final, Holanda 2 a 1. Fim de festa, guardem as camisetas (novíssimas ou muito velhas), joguem as vuvuzelas no lixo, esqueçam as emoções vividas nestes últimos 15 dias.

Acabou a hipocrisia, a falsa ilusão de amor à pátria!

O Brasil foi eliminado e agora é hora de voltarmos ao normal. Esquecermos que alguns poucos choramos por essa pátria, por esta Seleção onde jogadores não choram por nós.

Acabaram as férias do patriotismo. Agora, ele volta pro batente e todos voltam a esquecê-lo.

O que estou dizendo? Simples, fim da hipocrisia, do amor fingido, da falsa sensação de amor ao país. Acabou!

Agora é hora de vestir as roupas comuns. A camisa da Seleção pela qual dizem que tanto se orgulham só voltará a ser sacudida daqui a 4 anos.

Hora de voltar para o fundo do armário

Isso não é culpa de vocês. Infelizmente é nossa cultura.

Não fomos ensinados a valorizar este país. Por isso não sabemos amá-lo.

Agora respondo e mato a dúvida de meia dúzia que me pergunta o que me faz torcer contra o Brasil e a favor da Gloriosa Argentina.

Me digam quantos jogadores dos 23 que estavam em campo (antes que critiquem, haviam 12 no banco de reservas) saíram de campo às lágrimas? Quantos estão sofrendo, inconformados com esta grande perda?

Futebol não é só um esporte. É o coração desta nação. E somente Júlio César e Kaká (este não vi, mas aparentava pelo rosto inchado) sentiram o golpe, mostraram em lágrimas (a maior forma do ser humano expressar uma dor) a tristeza do momento.

Os outros preferem dizer que o juiz exagerou, que tem forças para quebrar o adversário (!!!), que não podem ser culpados sozinhos. E um técnico (?!) que diz que fez o time reaprender a amar esta camisa, que se víssemos o clima do vestiário teríamos dimensão da situação dos jogadores.

Mostre então, porque não vejo.

Vejo sim (desde 1999) 11 jogadores argentinos correrem, lutarem, darem o sangue por sua nação… e, para quem duvida, busquem no YouTube a emoção de Cambiasso e seus companheiros pela eliminação em 2006, diante da Alemanha.

Desculpem torcedores brasileiros, não se trata de melhor futebol, afinal vocês são penta, nós somos bicampeões. Trata-se de patriotismo, amor à camisa, valorização do torcedor, que ganha pouco, sofre e tem, às vezes, como única alegria ver sua Seleção vencer.

Cena se repete, mão no rosto, cara triste... e férias!!

Dunga fez o que pode, mas não se consegue imprimir o amor na cabeça de ninguém.

E isso, nem propaganda da Brahma me convence que quem veste esta camisa é guerreiro.

Guerreiro não se entrega… morre!

Quem ali daria o seu melhor por 180 milhões, como eles costumam encher a boca? Hipócritas.

Antes de finalizar, será que nas eleições veremos 40 mil pessoas no Vale do Anhangabaú torcendo para o Brasil tomar um rumo melhor?

Ou 40 mil pessoas mobilizadas para ajudar uma favela, moradores de rua, os que sofrem neste exato momento no Nordeste?

É, acho que esse post ficou grande demais, pelo menos metade deve ter desistido quando chegou no meio deste texto.

A verdade dói… muito… até em mim!

Tchau Brasil (país, não Seleção), nos vemos em 2014!

Categorias:Sem categoria
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: