Início > Sem categoria > RAP – A resistência volta à se concentrar nas trincheiras… as ruas!

RAP – A resistência volta à se concentrar nas trincheiras… as ruas!

“Não confunda briga com luta. Briga tem hora para acabar, a luta é para uma vida inteira.”

Sérgio Vaz

Se eu disse “Eu já sabia”, podem me chamar de presunçoso… mas, na verdade, lá na alma a gente já sabe.

Quem vive no “meio” em que vivo sabe que nunca receberemos nada de graça. E tudo o que conquistarmos vem a preço de ouro e, muitas vezes, com prazo de validade.

Mas eu penso que aquilo que tem prazo de validade nunca me pertenceu!

Esse é o sentimento com a extinção de mais um programa que propagava a cultura de protesto, revolucionária, poética do RAP e do Hip-Hop, o Mano e Minas.

Foto: Voz da Rua

Uma mudança “política” de direção na presidência fez com que o programa fosse excluído da grade.

E penso o seguinte… brigar por estas causas nos causam rugas. De certa forma, grande parte daqueles que acompanharam o Manos e Minas – feito por amantes da cultura, pessoas dedicadas – não nos merecem. Não tem o mínimo de merecimento para assistir rimas que escrevemos em dedicados momentos de inspiração em simples papeis para eles, mas cheios de histórias, amores, sentimentos e suor para nós.

Que a TV Cultura caminhe para ser mais um lixo televisivo, como Globos, Redes TVs e outras caminha.

E as nossas crianças crescerão sabendo jargões do Pânico da TV, ma sem saber uma frase marcante de um pensador, sem saber a gloriosa história de revolucionários como Che’s, Ho Chi Minh’s, Kamau’s, Mano’s Brown, Nélson’s Triunfo, Max’s B.O. e outros.

Uma coisa é certa… enquanto um viver com esta essência, nossa cultura será propagada por muitos anos. E não são ordens ditadoriais e partidárias, em pleno ano 2010, que nos impedirão de mudar mentes.

Eu faço minha parte. Todo final de semana estou por toda São Paulo com rimas que fazem pensar… e junto comigo, milhões levam o mesmo ideal.

Quando tivermos novas oportunidades, vamos entrar na sala de vocês com o tênis cheio de barro mesmo, em cima do tapete persa, pra mostrar que a nossa essência é interna. Vamos criticar o sistema mesquinho de vocês, mas sem esquecer que as críticas para hipócritas é perda de tempo, porém para vocês saberem que somos a RESISTÊNCIA.

Não importa o quanto vocês fogem da realidade, nós sempre os lembraremos de que não estão só… e que a vitória não é tão certa enquanto estivermos vivos… não nós, fisicamente, mas nosso ideal!

O Hip-Hop é imortal… Salve Manos e Minas, valew enquanto durou, mas voltamos aos postos, ao nosso campo de batalha, a RUA! Aqui nós fazemos estragos maiores…

Categorias:Sem categoria
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: