Início > Sem categoria > Corinthians tem uma torcida na presidência e um omisso no cargo

Corinthians tem uma torcida na presidência e um omisso no cargo

Antes de críticas, deixo claro que sou corinthiano (com H), mas não consigo digerir a permissão do omisso Andrés Sanches e sua diretoria (entre eles, Mário Gobbi) que uma torcida organizada “encurrale” os jogadores do clube por causa do momento do clube.

Corinthians, um clube sem líder

Vamos pensar coerentemente: o Timão não vive um bom momento, prestes a ver o título brasileiro tornar-se impossível e uma vaga na Libertadores-2011 em risco, isso é notório. Eu, como torcedor comum, não me sinto confortável com a situação. Mas daí a colocar em risco a integridade de um trabalhador é algo totalmente sem sentido.

Se fosse um presidente coerente e tivesse o sentimento de torcedor, já teria se desfeito de Souza e Moacir há tempos. A contratação de Danilo foi um tiro n’água, mas isto é algo que pode acontecer com qualquer clube.

Mas falta o feeling – ou talvez algum interesse que eu não tenha conhecimento-, então, como falta-lhe algo, prefere deixar uma torcida invadir o local de trabalho dos jogadores, que, queiram ou não, estão cumprindo com o que lhes é proposto, afinal, estão entrando em campo e não creio faltar hombridade para exercer a profissão.

Na falta de um comandante, então os torcedores ganham total liberdade para pressionar os trabalhadores (jogadores), demitem e contratam quem bem entendem e fazem a festa no terreno alheio.

O Corinthians é de todos nós, mas nem por isso tenho acesso a tudo. Se fosse realmente nosso, eu poderia entrar no vestiário antes dos jogos, mas existem leis e regras, simplesmente ignoradas pela diretoria, que me impedem disso.

Aliás, porque o Ronaldo, que é o “bombeiro do clube, não dá a cara ou é cobrado por estar há tantos meses parado? Ganhando milhões do clube e com míseros três jogos disputados em um total de 29 disputados? É um “deus”? Por quê tanta proteção a um jogador (que reconheço ter um grande histórico)?

Por estas e outras que o Corinthians nunca conseguirá chegar ao patamar da organização de grandes clubes. Apesar de ser muito grande, até maior em termos de paixão do que todos os demais (opinião), merece nota “0” em organização.

E continuaremos a padecer… bem longe do paraíso!

Categorias:Sem categoria
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: