Início > Sem categoria > O Rap não merece alguns filhos que tem

O Rap não merece alguns filhos que tem

Dirigente quer uma coisa, torcida outra. Chefe manda uma coisa, funcionário faz outra. Mãe ensina e filho desobedece. Quando duas coisas “comuns”, ou seja, que deveriam caminhar no mesmo objetivo começam a trilhar dois caminhos distintos, é óbvio que tem coisa errada.

Justamente nestas horas que descobrimos quem é verdadeiro, que luta pelo objetivo verdadeiro e quem está se aproveitando. No RAP também é assim e como escrevi há tempos atrás, parece que não basta estarmos revivendo uma retomada de grandes talentos no RAP, é preciso ser igual aos americanos. Tem que ter um rival, tem que xingá-lo, tem que fazer “diss” e, se bobear, daqui a pouco a situação descamba para algo pior.

Nos Estados Unidos, em 1996, o RAP perdeu um dos maiores poetas que já teve como filho, Tupac Shakur, por rivalidades idiotas. Um ano depois, Notorius BIG, que na minha modesta opinião não era tão poeta assim, mas que tinha um talento inegável, muito maior do que Akons de hoje, também foi vítima da violência propagada por eles mesmo.

Agora, assisto ataques verbais na internet, típico de adolescentes que procuram namoradas nos chats, por ser mais seguro não estar no cara-a-cara. E a ferramente Twitter virou a arma para sujar o nome do RAP.

Cabal (sempre ele) não aguenta ficar na dele, não vive sozinho, e retomou uma antiga treta com Emicida, que está na dele, fazendo seu trampo (e muito bem, por sinal).

Pior que isso é ver que uma atitude de gente pequena como a adotada pelo MC Senhorita ganhar adeptos como DJ Alpiste, sinceramente, uma pessoa de quem eu já não esperava tanto.

Agora, o MC que bate no peito com orgulho de dizer que é o MC gospel mais antigo na cena (se a tivesse deixado, não teria sido notado!), decidiu tomar partido e, ao invés de assumir seu papel como conhecedor da Palavra, seguidor de Jesus Cristo, se agrupou no lado branco da guerra, após um tweet afirmar que a guerra é racial agora (Emicida negro e Cabal branco).

Onde posso clamar mais misericórdia para atitudes infantis como estas?

Guerra racial é um álibi antigo, quem olha para o problema nunca enxerga a solução. Sou branco também, só na pele, pois no coração não tenho raça. Sempre fui respeitado pelo meu trabalho e quem tentou me recriminar pela cor da pele, teve aquilo que você deveria ter feito, o silêncio!

Alpiste, seu papel seria muito mais interessante se desse exemplo fora da cena também. Já abri show para você e me lembro muito claramente da sua arrogância de não ser capaz de incentivar ou ao menos cumprimentar àqueles que estavam começando uma caminhada. Aliás, o palco era seu, nós o estávamos ocupando em Mogi das Cruzes, perdão!

Seu profissionalismo, assim como o que o Cabal diz trazer para o RAP, nunca adicionou nada à cultura. No Aperte o Play I eu estava lá e vi você brigar no palco várias vezes com seu DJ por problemas no som. Passar espiritualidade ali ficou difícil, né?

Exemplo maior, Lito Atalaia nunca demonstrou maior preocupação com a técnica. Esse sim nos leva à presença de Deus com microfone bom ou ruim.

É a cara de vocês mesmo, dividir a cultura. Então, peguem o que lhes pertence e vão. O RAP não precisa de times, de guerrilhas, de grupos contra ou a favor de alguém. O RAP precisa de soldados que levem sua mensagem, de transformação, às ruas, para salvar muito moleque que só tem o RAP como saída, como família.

Não quero e espero não presenciar novas derrotas do RAP (time do qual faço parte sem precisar ser artilheiro, protagonista). Vou continuar trabalhando quieto, sem mais me manifestar sobre este tema.

Cabal é tema de dois posts nesse blog e acabou. A partir de hoje, democraticamente, decido pela exclusão de seu nome, assim como os principais sites de RAP o fizeram muito bem, da história do RAP. Vanilla Ice caiu no esquecimento, você também cairá.

DJ Alpiste, ore e busque suas origens espirituais. Deus te chamou para rimar para quê? Se não foi para resgatar vidas e dar bons exemplos, que repense seus conceitos, pois a Obra de Deus precisa muitos mais de guerreiros que deem exemplo do que amigos de amigos, de pessoas que fiquem preocupados com guerrinhas raciais.

 

PS: Parabéns ao portal Central Hip-Hop/Bocada Forte por se pronunciar contra esta guerrinha imposta por um só lado e não dar espaço para os chiliques de mcs festeiros.

Categorias:Sem categoria
  1. 06/11/2010 às 01:30

    em primeiro lugar eu não te conheço e nem me lembro de vc…ja vc não pode dizer o mesmo, então julgar da maneira q me julgou então muito pior, pq se vc lesse atentamente oq escrevi no meu blog saberia q em momento nenhum fui eu o responssavel pela tal guerra de raças a q vc se refere, pelo contrario, soh relatei alguns comentarios de fans do Emicida q disseram ser uma briga de raças, então não fui eu quem disse isso, segundo…sou contra qualquer tipo de preconceito ou discriminação seja no Rap ou fora dele e jamais incentivei lado branco ou negro nessa parada, quanto a imagem q vc tem de mim pelos eventos q vc presenciou com certeza eh equivocada pq de longe não da pra saber oq esta acontecendo na real, então não venha me dizer q vc me viu brigando com meu DJ pq isso nunca aconteceu, são palavras suas e não correspondem aos fatos…outra coisa, quem me conheçe um pouco sabe do compromisso q tenho com Deus, por isso não preciso do seu julgamento ou de sua aprovação, sou pioneiro numa coisa q vc ta chegando agora, então baixa a bola e tenha mais respeito quando for falar de alguem q pagou o preço pra vc hj pegar num microfone, eu sou de verdade e não me contradiso como o seu super heroi “Emicida” q falou q nunca ia fazer nada do q o Cabal fez e agora se vendeu e gravou ateh com o NX ZERO, palhaçada viu…e ainda tem os parceiros dele q falam q agora a parada eh racial e não mais musical…vergonha total pro Rap Nacional, então mano, se informa melhor antes de falar merda sobre pessoas q vc não conheçe como eu…paz.

    • Bil
      20/07/2011 às 13:32

      Você é uma vergonha!

      Certa vez eu trouxe você na nossa pequena igreja e você humilhou pessoas, foi mal educado gritando com um de nossos irmãos, até mesmo comigo você fez ironias, só não perdi a cabeça porque realmente me converti.
      Você não é nada do que demonstra ser em programas de rádio, tv, ou em suas canções. Todo material que tinhamos de você jogamos fora, pois é tudo fachada, inclusive outros rapper’s já haviam me avisado da sua arrogância de popstar evangélico.

  2. 01/03/2011 às 00:27

    Parabéns pelo Post! Descreveu de uma forma muito verdadeira e profunda tanto o Rap quanto o evangelho.

    Muita Paz!

    Tchelo

    Conceito A

  3. 01/03/2011 às 10:27

    eu não te conheço no rap, nunca ouvi nenhuma música sua ainda. Mas concordo com algumas ideológias suas e tbm critico esses “MC’s” que sujam o rap, tretando com seus irmão… Eles realmente perderam o sentido da realidade que vivemos, agente tentando acaba com o preconceito e eles demostrando exemplos de preconceitos e tretas disnecessárias… Vou procurar ouvir um som teu, e da uma moral flw…
    pra quem quiser:
    MSN: rhuanaminusso@hotmail.com
    Bento Gonçalves- RS

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: