Início > Textos > Obrigado MÃE!

Obrigado MÃE!

Eu era bem novinho e você era a mulher mais bonita que eu já conheci. Em minha fraca memória, meu primeiro ‘selinho’ foi em você.

Diziam que eu era a sua cara. Mas detestava quando suas amigas falavam que eu parecia uma menina.

Me lembro vagamente, mas contava em detalhes a história de quando me perdi no mercado em frente de casa. Ao segurança, chorando, explicava que você era bonita e tinha o cabelo assim (gesticulando em referência a uma arvorezinha, para representar seu cabelo cacheado).

Era você que me vestia com aquele macacãozinho ‘horrível’ com um palhacinho na barriga, com as roupas sociais e me fazia parecer um homenzinho.

Quando o pai filmava minha irmã e eu, você mandava eu beijar a Evelyn, mas eu não entendia. Como eu poderia entender que dois dedos indicadores indo na direção um do outro significava um pedido de beijo?

Mesmo eu dizendo que detestava, dizia que eu estava lindo quando me vestia de social…

Lembro claramente de suas unhas sempre grandes e bem feitas. Lembro de você em casa, colocando seus sapatos de diferentes formatos para dançar em frente ao espelho. E eu e a Evy pequenininhos assistindo você dançar em casa.

Você acordava a Evy e eu de uma maneira peculiar. Seu grito imitando o Tarzan ecoava pelos cômodos da casa, mas acho que os vizinhos nunca escutavam. Era algo mágico que você tinha, sabia nos divertir sem abrir nossa intimidade para os vizinhos.

Com você eu aprendi meu endereço completo, com CEP, para o caso de eu me perder algum dia. E ainda pequenininho, apanhei depois que falei todo o endereço dentro do ônibus para uma mulher que me achou bonitinho e puxou papo.

Aprendi a pegar o chinelo – sem escândalos -, abaixar as calças e deixar você me ensinar na palmada. Hoje, podem falar que você era exagerada, mas eu fui uma criança supereducada por isso. Eu nunca esperneei na rua por nada, você me ensinou.

No prézinho, me dava banho e me vestia ainda dormindo. Incrivelmente, a senhora tinha o dom de cuidar de mim.

Stevie Wonder, Ray Conniff, Ivan Lins… ah, o Ivan Lins. Como eu ouvi suas músicas em minha infância. Você o amava, elogiava cada composição sua. Eu pensei em um dia tentar promover um encontro entre você e ele. Mas não deu tempo…

Na adolescência, em minha fase rebelde, me revoltei com seus músicos. Pouco depois caí na real e percebi que Djavan, Milton Nascimento, o próprio Ivan Lins são mestres, suas músicas me encantam… e hoje me fazem sentir ainda mais saudade de ti.

Quando tinha poucos minutos para tomar banho, me arrumar, comer e sair pra ir para a universidade, a senhora preparava a comida em incríveis 5 minutos. E nunca errou a mão, ela tinha o mesmo gosto delicioso de sempre.

Foi a senhora que tomou a iniciativa de conhecer a Jesus. Me levou ainda pequeno à Igreja… insistiu quando me tornei adolescente, conversava comigo sobre a volta de Jesus. Anos depois, eu estava na Igreja, firme, e te ajudando a se firmar de novo, mas com orgulho pelo caminho que havia me colocado.

A senhora não aprovou todos os meus namoros, mas nunca deixou de me ensinar como eu deveria tratar uma mulher. Nunca tive coragem de brigar com alguma namorada no telefone com a senhora por perto.

Mesmo com tantas brigas, discussões, desaprovações e diversos problemas pelos quais um relacionamento passa, a senhora foi uma companheira e tanto para meu pai. Sempre foi a mulher que ele esperava, decidida, amorosa, cuidadora… que saudade!

Quando ingressei na carreira de rapper gospel, a senhora torceu o nariz. Sei que a senhora nunca entendeu como seu filho foi se encontrar com um ritmo tão distante de casa, o RAP. Sei que a senhora nunca “gostou de verdade” das minhas músicas, mas sempre entendeu o peso dessa missão.

Me chamava de ‘repeiro’ até ontem… Mas um dia aprendeu a cantar “uma” música minha e cantava “O caminho não é longo e você tem que escolher”. Tudo errado, eu sei, mas a ordem dos fatores não importava!

Nem as fortes e intensas dores do câncer te impediam de limpar a casa, tirar o pozinho, arrumar as pedrinhas, olhar seu peixinho e vibrar com ele passando no meio da pedrinha do aquário.

A gente brigava contigo, mas sua força sempre foi maior do que seu corpo podia aguentar.

E a menina do Cocaia se tornou a mulher mais forte, guerreira e vencedora que já conheci na vida!

Sei que muitas outras lembranças ficaram para trás, algumas extremamente importantes, mas eu não teria tempo e espaço para recordar cada pedacinho de nossa história que caminhou junta até meus 25 anos.

E nesta quinta-feira, 9 de junho, você partiu…. orando, clamando a Deus, batalhando até na partida, dizendo ser de Jesus e voltando, 46 anos depois, aos braços do Pai.

No seu último ato, me deu uma última lição: a família é o mais importante e a senhora lutou, fez questão de esperar até que estivéssemos juntos o pai, a Evy, eu e a senhora para seu último suspiro.

Depois de sua partida, lembrei o quanto é gostoso chorar por alguém. E choro de novo, não pela tristeza de te perder, mas pela dor tão difícil da saudade

Para mim era a mãe, para as amigas era a Rita, para os demais sempre foi Dona Rita…

Muito obrigado por 25 anos inesquecíveis… e, finalmente, descanse nos braços de Deus!

Beijos, te amo mãe!

Categorias:Textos
  1. 15/06/2011 às 16:16

    Emocionante seu texto. Parabéns por vc ter aprendido tanto com ela. E – mais importante – ter colocado tudo em prática na sua vida, algo que o tornou um homem digno. Eu acredito em algumas coisas sobre nossa vida que, talvez, vc discorde. Mas na minha cabeça tenho a convicção de que a Dona Rita (que não tive o prazer de conhecer pessoalmente) sentirá muito orgulho de ti quando se recuperar da passagem e ler isso que vc escreveu. E neste momento ela sentirá que cumpriu bem sua missão por aqui.

    Fique com Deus e muita força! Sempre!

  2. Natalia Abrosio
    16/06/2011 às 00:13

    Lindo Lindo Lindo
    Parabéns excelente texto..
    Tem uma frase bem conhecida que se resume a tudo isso “Nenhuma folha caí de uma árvore sem a vontade de Deus”

  3. Adriano
    16/06/2011 às 01:28

    Cara!!! vc arrancou lágrimas de mim!!!!!!!

  4. Ana
    16/06/2011 às 12:41

    Ai Danilo, vc me fez chorar!
    Eu não consigo nem por um milésimo de segundo me colocar no seu lugar, por mais que eu diga que entendo a sua dor eu não entendo, mas a frase “como é gostoso chorar por alguém” me lembrou uma outra passagem da minha vida e eu concordo plenamente com isso!
    Já te pedi desculpas por não saber dar uma palavra de conforto, mas vc sabe qeu se precisar de mim, estou à sua disposição!
    Acho que eu tenho mto a aprender com vc…
    Vc é danado! =)
    Abraços e beijos meu e do pequeno Lucca!

  5. Rosa Bowie
    16/06/2011 às 14:41

    Danilo, sei que Deus está te confortando neste momento, e onde Dona Rita estiver continuará olhando por ti e te protegendo. Rosa

  6. Vanessa Manso
    17/06/2011 às 15:52

    Muito emocionante, me fez chorar.. que Deus ilumine você e sua familia.
    Vanessa Manso

  7. FERNANDA
    20/06/2011 às 17:24

    TEXTO MUITO EMOCIONANTE AMOR….NESTE MOMENTO FICAMOS IMPOTENTES PARA FALAR,ESCREVER…..
    MAIS SEI QUE O SENHOR JESUS ESTÁ CONFORTANDO OS CORAÇÕES DE TODOS NÓS.
    MULHER GUERREIRA,BATALHADORA,VIRTUOSA…..COMO A PALAVRA DE DEUS DIZ: COMBATI O BOM COMBATE,ACABEI A CARREIRA E GUARDEI A FÉ Combati
    2 Timóteo 4:7

  8. DANI ANDRETTA
    01/08/2011 às 14:54

    Nossa,lindo,sem dúvidas ela tinha por vc a mesma admiração que estou sentindo agora…vc nunca se abriu,mas sem dúvida descobrir muito do Danilo barra,o que dizer depois de ler palavras tão bonitas,que sai de um coração lindo…Que o senhor Jesus continue fazendo de vc esse homem de Deus Maravilhoso que é…VALEU GAROTO

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: