Início > Esportes > Análise dos grupos da Copa do Mundo 2014 – Grupo C

Análise dos grupos da Copa do Mundo 2014 – Grupo C

O grupo C talvez seja o grupo mais incógnita da Copa do Mundo de 2014. Colômbia e Costa do Marfim despontam como favoritas às oitavas de final, mas o futebol retranqueiro e de resultado da Grécia e o sempre em evolução futebol japonês podem surpreender e manter a chave equilibrada.

(Confira a análise dos grupos A e B aqui!)

Grupo C
Colômbia
Grécia
Costa do Marfim
Japão

Colômbia – Enfim, grande!

Imagem

Desde o fim da era Valderrama, Rincón, Asprilla e Córdoba, a torcida colombiana não tinha tantos motivos para se alegrar. Nas mãos de outro argentino, José Pekerman, jogadores como Falcao García, Zuñiga, Zapata, Yepes e Armero formaram uma seleção que sobrou nas eliminatórias, fazendo inclusive sombra à Argentina.

Com apenas três derrotas em 16 partidas e a melhor defesa, com apenas 13 gols sofridos, a Colômbia chega motivada em um grupo onde pode se considerar protagonista, já que todas as seleções são de segundo escalão.

Com a boa fase vivida por Falcao García e a experiência de José Pekerman, que dirigiu uma das melhores seleções da Argentina nas últimas Copas, em 2006 – eliminada nos pênaltis nas quartas de final diante da Alemanha -, a Colômbia é franca candidata a liderança do grupo e deve alçar voos maiores após três edições longe do Mundial.

 

Grécia – Retranca + um gol

Imagem

De 2004, quando a seleção grega surpreendeu o mundo ao levar a Eurocopa de 2004 em casa, até hoje, pouca coisa mudou no futebol da seleção helênica. A Grécia segue com seu futebol retranqueiro, com uma defesa sólida, praticamente um ferrolho, e apostando em um golzinho.

A diferença é que hoje o elenco grego conta com talentos como os artilheiros Samaras, do Celtic, e Mitroglou, do Olympiacos, além do habilidoso e experiente meia Karagounis e o ala Torosidis.

Nas eliminatórias, conseguiu o feito de terminar na segunda colocação do grupo G, com 12 gols marcados em 10 partidas, pouco mais do que 1 por jogo. Perdeu a liderança, óbvio, por saldo de gols, já que a Bósnia marcou 30 vezes, e na repescagem enfrentou a Romênia, finalmente marcando 3 a 1 em casa e empatando fora por 1 a 1.

Mais uma vez chega para compor a lista das seleções na Copa. A única esperança é sofrer menos gols do que é capaz de marcar.

 

Costa do Marfim – Última tentativa

Imagem

Definitivamente, falta sorte! Esta é a verdade. A Costa do Marfim conta com um grande elenco, tem feito boas apresentações nos últimos anos e, frequentemente, é apontada como a melhor seleção africana. Mas quando chega na Copa, dá azar.

Em 2006, os marfinenses caíram no grupo da morte, ao lado de Argentina, Holanda e Sérvia. Vendeu caro a derrota aos argentinos e holandeses (ambos 2 a 1), e lhe restou vencer os sérvios (3 a 2). Quatro anos depois, outro grupo complicado: Brasil, Portugal e Coreia do Norte. Conseguiu um empate com os lusitanos, mas perdeu para o Brasil e goleou a Coreia do Norte. Ficou novamente na primeira fase.

Em 2014, será a última oportunidade do artilheiro Didier Drogba comandar ‘Os Elefantes’ e buscar a tão sonhada e possível vaga nas oitavas de final. Para isso, o goleador contará com a ajuda de Zokora, Tioté, Yaya Touré, Kalou e Gervinho, grandes jogadores que formam um dos melhores elencos do Mundial.

Nas eliminatórias africanas, não teve dificuldades na primeira fase, com apenas uma derrota diante de Marrocos. E na fase final, venceu tranquilamente Senegal por 3 a 1 em casa e depois só arrancou um empate por 1 a 1 para carimbar a vaga.

 

Japão – O crescimento continua

Imagem

Desde a sua estreia em Copas do Mundo, desde 1998, o Japão demorou apenas um Mundial para deixar o status de saco de pancada e subir um degrau. Isso se deve à evolução tática do futebol nipônico e o surgimento de grandes talentos nos últimos anos.

A frustrante eliminação nos pênaltis em 2010, diante do Paraguai, já é passado. O time comandado pelo italiano Alberto Zaccheroni vem numa crescente. Após conquistar a Copa da Ásia no início de 2011, os samurais sofreram com um começo oscilante nas eliminatórias asiáticas. Na fase inicial, terminou atrás do Uzbequistão, mas se recuperou na fase seguinte, deixando Austrália, Jordânia, Omã e Iraque comendo poeira.

Primeira seleção a carimbar a vaga para o Mundial, confia na segurança do experiente goleiro Kawashima e no talento de craques como Honda, Nagatomo, Endo e do meia do Manchester United, Kagawa, para se colocar como postulante a uma vaga nas oitavas de final e sonhar com uma inédita passagem para as quartas.

 

Tabela de jogos

Colômbia x Grécia – Dia 14.06.14, às 13h – Mineirão
Costa do Marfim x Japão – Dia 14.06.14, às 22h – Arena Pernambuco
Colômbia x Costa do Marfim – Dia 19.06.14, às 13h – Mané Garrincha
Japão x Grécia – Dia 19.06.14, às 19h – Arena das Dunas
Grécia x Costa do Marfim – Dia 24.06.14, às 17h – Castelão
Japão x Colômbia – Dia 24.06.14, às 17h – Arena Pantanal

  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: